Vídeos

  • Submissão & Corrupção 23/04/2017

    É difícil explicar exatamente o que me atrai em uma mulher fumante. Este sentimento é algo quase magnético: o ferro não sabe porque o imã o atrai, ele apenas se preocupa em cumprir o destino imposto pela física. Contudo, há dois aspectos da capnolagnia – o nome técnico do smoking fetish – que possuem uma capacidade de atração excepcionalmente forte: a submissão e a corrupção.

    A submissão – utilizada neste contexto como a perda de sua vontade própria em favor de outro – é parte do dia a dia de boa parte dos fumantes. É fato que a maior parte dos fumantes tem consciência de que seu hábito faz mal, já tentou parar, mas não conseguiu, o que caracteriza um cenário de perda de vontade própria típica da submissão. Um exemplo muito claro disso são mulheres que fumam na gravidez: sua submissão ao fumo é tão forte que vence o instinto materno de proteção à prole. Os links abaixo mostram algumas mulheres vivenciando isso:

    Não consigo parar de fumar me ajudem…muito triste

    Não consigo parar de fumar

    Não consigo parar!!

    tumblr_myer36uF7o1t8btbqo1_500

    Jovem, fumante e grávida: bela (e rara) combinação

    A corrupção é outro aspecto terrivelmente fascinante da atração por fumantes. Pensar em alguém sendo lentamente convencida a fumar – a curiosidade vencendo uma possível repulsa inicial, a descoberta do prazer intenso das primeiras tragadas, e por fim a rendição ao vício – é algo tão estimulante quanto o sentimento de submissão narrado anteriormente.

    No fim, corrupção e submissão podem, neste contexto, ser vistas como inseparáveis, como duas faces da mesma moeda. A corrupção inicial leva à submissão; a nós, fetichistas, nos cabe apreciar ambas as etapas deste processo.

  • Burlesque 07/03/2017

    1

    ditra-flame_burlesque_006

    Créditos